Capadócia: Como chegar, onde ficar e um pouquinho de história

Oi pessoal!

DSC06681

Embora só tenha ficado “famosa” no Brasil após uma novela da Globo, a região a muito desperta a curiosidade (e amores ❤ ) de viajantes ao redor do mundo.

Localizada na região da Anatólia Central, a Capadócia (Kapadokya, em turco), ficou famosa, pela sua formação rochosa característica, de uma espécie de calcário não muito rígido, que dá ao lugar uma verdadeira cara de “lua”. Por ser uma encruzilhada de rotas comerciais, a região foi habitada por diversos povos, que se valiam da maleabilidade do solo para construir desde cavernas de moradia até verdadeiras cidades subterrâneas.

Continuar lendo “Capadócia: Como chegar, onde ficar e um pouquinho de história”

O Grupo do Casório do Facebook

curtoOi pessoal!

Então, faltam menos de 2 meses para o casório (medo!) eu já estou me transformando numa bridezzila (mistura de noiva com godzilla!), o que somado a uma TPM braba (porque desgraça boa, sempre vem acompanhada! 😀 ), está fazendo o noivo repensar o casamento! 😀

Brincadeiras a parte (só estou um pouco ansiosa mesmo), já ia me esquecendo de contar sobre um recurso que usamos desde quando decidimos pelo casório e que, na minha modesta opinião, tem dado super certo: o Grupo do Facebook de Convidados do Casamento.

Continuar lendo “O Grupo do Casório do Facebook”

A volta dos posts sobre casamento- E mais umas reflexões sobre o “tem que ter”

bolo 2Oi pessoal!

Faz tempo que eu não escrevo sobre casamento, mas confesso que, desde a saga do bolo (perdeu? vai aqui!) eu tinha dado uma desanimada nesse quesito. 😛

E como blog não serve só para ficar reclamando da vida, resolvi dar um tempo e postar algumas dicas de Porto Alegre que já fazia tempo queria compartilhar com vocês, enquanto eu dava uma relaxada mental… 🙂

Acho que toda a noiva deve passar por isso: o dinheiro acabando, o tempo passando e um monte de coisas que “tem que ter” que ainda não foi contratada. Aí quando as pessoas te dão um orçamento absurdo bate um desânimo: o tempo perdido no encontro com o fornecedor, a frustração de não conseguir fechar a contratação, o recomeço na busca de um novo fornecedor…

Depois da saga do valor do orçamento do bolo, ainda andei tendo mais uns sustos com o valor cobrado pelo vestido de noiva e custos com o cabelo e maquiagem, então não estava na clima! hehehehe

Aliás, sobre a questão do “tem que ter” já havia comentando aqui no blog, eu e o meu noivo estabelecemos uma regra metal-de-linguística: nenhuma frase pode começar com “tem que ter”.

Porque? Porque quando você entra na onda do “tem que ter” o casamento vira um estresse sem tamanho, se você não tem uma disponibilidade financeira do tamanho de um bonde.

Como a nossa amiga Kim Kardashian em seu primeiro casório :)
Como a nossa amiga Kim Kardashian e seus 3 vestidos em seu primeiro casório 🙂

Casamento virou moda e todo fornecedor sabe disso. Decidiram que você só casa uma vez na vida (aham, senta lá Cláudia!), ou pelo menos você tem essa expectativa quando está casando, então partem do pressuposto que você vai pagar o que for preciso para ter o casamento dos “sonhos”. E muitas vezes esse “sonho” incluem uma série de coisas que nem são tão relevantes assim…
dinheiro

Afinal de contas, ninguém lembra mais dos 3 vestidos de noiva (a não ser que você termine o casamento no mês seguinte), da coreografia, do bem-casado, do bolo, ou seja lá do que for, do que da felicidade dos noivos, do sentimento sincero que transparecia entre o casal, da festa ter a cara dos donos, essas coisas todas que podem parecer clichês mas que são reais! E aposto que deve ficar um tanto difícil conseguir essa “cara da felicidade” se você estará todo endividado no começo do casamento por causa da festa!

Tanto é verdade que há uma série de blogs espalhados na web que ajudam os noivinhos a resolver esses dilemas existenciais quando o assunto é orçamento do casamento. Um dos mais legais é o da Sammia, que eu acompanho desde o tempo que era escrito só por ela, nos preparativos do seu próprio casamento: o Casando sem Grana. Hoje o blog cresceu e tem um monte de meninas super queridas que ajudam a Sam e dão um mooonte de dicas para quem quer fazer um casamento econômico, com vários DIY.

Casando sem grana
Olha a porquinha linda das meninas! 🙂

Recomendo muito uma passadinha por lá!

Como vocês podem ver, agora voltei com todo o vapor e nos próximos dias vão ter posts novos sobre casamento. Me aguardem… 🙂

Porto Alegre- Cinco coisas que você precisa saber

Foto: Cesar Cardia/Movimento Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho.
Foto: Cesar Cardia/Movimento Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho.

Escrevendo um texto sobre a cidade de Porto Alegre, me dei conta de que algumas coisas que para nós, portoalegrenses, é super natural, podem deixar até os turistas mais experiente, um pouco perdidos! 🙂

Assim, para dar uma ajudinha a quem vem visitar a nossa cidade, resolvi fazer esse post. Vamos a elas! 🙂

Continuar lendo “Porto Alegre- Cinco coisas que você precisa saber”

Madrinhas de Preto- Pode ou não pode???

ACP_9194+copy

No Brasil não é comum vermos madrinhas de preto no altar. Muito pelo contrário. Dizem os mais velhos que madrinha de preto está “agourando” os noivos (credo!). Mas a explicação é simples: o preto é a cor que remete ao luto e talvez tenha surgido daí essa crendice…

Contudo, lá fora o preto é bastante aceito pelas bridesmaids, que nada mais são que a versão estrangeira para as nossas madrinhas. Inclusive, lá fora o hábito é todas usarem a mesma cor e mesmo estilo de vestido…. Mas tá Carol! Pode ou não pode?

Continuar lendo “Madrinhas de Preto- Pode ou não pode???”