Santiago- Chile. 10 dicas do que fazer pela cidade

costanera_center

A minha primeira reação ao chegar em Santiago, confesso, não foi de amor à primeira vista. Foi mais para um tipo “ok, uma capital meio parecida com Buenos Aires…que acho meio parecida com Porto Alegre…”…talvez por estarmos perto do centro, talvez por estar meio nublado, talvez porque eu estivesse meio de mau humor.

Mas foi só o sol dar as caras, a “neblina” que paira sob a cidade baixar para aparecer elas, AS CORDILHEIRAS, e Santiago ganhar o seu Uaaaau!!! Foi, portanto, amor à segunda vista! 😉  E, sendo elas as responsáveis por esse ❤ é com elas que vou começar a minha lista de 10 coisas para fazer em Santiago!

Continuar lendo “Santiago- Chile. 10 dicas do que fazer pela cidade”

Santiago-Chile . Onde ficar.

costanera_center
Foto de autor desconhecido

Após passarmos pelo Atacama e pelo Valle Nevado, fomos desbravar com mais cuidado a Capital chilena.

Confesso que em turismos mais urbanos, o que gosto mesmo é de caminhar, sem grandes obrigações de ir a museus ou fazer coisas específicas, se é que me entendem… 🙂

E Santiago é uma cidade bem convidativa para isso.

Continuar lendo “Santiago-Chile . Onde ficar.”

Valle Nevado- Vale a pena se hospedar? Nossas impressões

dsc09598

Apesar de já ter estado em alguns lugares tradicionais de neve (como Ushuaia, Calafate e Bariloche), nunca tínhamos visto neve em quantidade suficiente para uma tentativa de esquiar/snowbordear.

Montando, nosso roteiro para o Chile, decidi que essa “falha” no nosso currículo viajeiro 😛 precisava ser sanada, e resolvi fazer uma viagem “esquizofrênica” e juntar a visita ao Deserto o passeio na Neve.

E foi MUITO legal.

Continuar lendo “Valle Nevado- Vale a pena se hospedar? Nossas impressões”

De Santiago do Chile ao Valle Nevado- Como chegar

Você quer brincar na neve?
Você quer brincar na neve?

Como saímos do Deserto do Atacama num domingo decidimos dormir duas noites em Santiago e partir para o Valle Nevado na terça-feira. Confesso que essa decisão se deu mais porque não descobri como reservar, direto do site do Valle Nevado, a hospedagem começando na segunda-feira, do que por qualquer outro motivo, mas, no final das contas, essa “decisão” se demonstrou uma ótima! 😀

Continuar lendo “De Santiago do Chile ao Valle Nevado- Como chegar”

Deserto do Atacama- Quanto tempo no Deserto e escolha dos passeios

DSC09077

Se você, como nós, optou por chegar de avião à San Pedro do Atacama terá necessariamente que optar por uma, das vaááárias empresas de viagens, que oferecem passeios ao Deserto.

As atrações não são próximas da cidade e fazer passeios por conta própria se mostra praticamente impossível se você não estiver de carro. E, em algumas atrações, mesmo de carro, recomendo que você o deixe na cidade e opte por um empresa que conheça bem o caminho. Afinal de contas, ficar perdido no deserto mais seco e mais alto do mundo não me parece uma boa ideia. 😀

Continuar lendo “Deserto do Atacama- Quanto tempo no Deserto e escolha dos passeios”

A chegada ao Chile: Deserto do Atacama- 1º Dia. Nossas primeiras impressões e como chegar em São Pedro do Atacama

<3

Optamos por começar nossa viagem ao Chile pelo Deserto do Atacama.

O nosso voo do Brasil chegava à Santiago às 03h30min da madruga. Normalmente não gosto de chegar nesses horários doidos nos lugares: a saída do aeroporto fica complicada, você está cansado, não tem muitas opções de transporte e se vê obrigado a fechar com o primeiro taxista/empresa que aparece.  Além disso, complica muito para quem prefere ficar em apartamentos independentes, como Airbnb, como é o nosso caso.

Continuar lendo “A chegada ao Chile: Deserto do Atacama- 1º Dia. Nossas primeiras impressões e como chegar em São Pedro do Atacama”

Chile- Deserto do Atacama e Valle Nevado: O que levar na mala

download

Oi pessoal!

Não sei quanto a vocês, mas a parte mais tensa para mim numa viagem é organizar a mala! Eu simplesmente detesto! 😛 Confesso que já evolui muito nesse quesito e hoje quase consigo levar só o essencial… mas sempre fica uma peça que eu penso “porque, Deus, eu trouxe isso!” 😀

Continuar lendo “Chile- Deserto do Atacama e Valle Nevado: O que levar na mala”

Chi-chi-chi…le-le-le: Viva Chile! Impressões Gerais e Dicas Práticas

mapaEmbalados pela Copa América, uma promoção de passagem com milhas e nenhum juízo $$$ muitos relatos de pessoas que haviam amado o país, fomos conhecer um pouco melhor o Chile, em um roteiro que incluiu, em 15 dias, o Deserto do Atacama, Valle Nevado e a capital Santiago.

Deserto+Neve+Vinhos tudo numa viagem só! ❤

 

Continuar lendo “Chi-chi-chi…le-le-le: Viva Chile! Impressões Gerais e Dicas Práticas”

Patagônia – Por que ir para lá????

Sabe aqueles lugares que são tão lindos que quando você vê, chega a dar vontade de chorar?

Não?!?!

Isso porque você não conhece a Patagônia!!!

Sim!!! Pertinho do Brasil, dividida entre os vizinhos Argentina e Chile, a Patagônia oferece paisagens deslumbrantes, culinária saborosíssima e povo super hospitaleiro.

Em 2009 eu o Dé fizemos uma “viagem sabática” de cerca de 30 dias pela Patagônia Argentina e Chilena. Foi a minha primeira experiência fora do Brasil (tirando Rivera!!! Já conto sobre Rivera!!!! 🙂 ), então imagina o friozinho na barriga…

Esqueça qualquer espécie de preconceito que você possa ter com Argentinos, pois fomos muito bem tratados por todos que tivemos contatos (aqui pelo Sul, houve épocas em que, favorecidos pela equiparação do peso com o dólar, eles “invadiam” o Litoral Gaúcho e Catarinense nas férias, o que gerava certos “conflitos culturais-diplomáticos” por assim dizer… :P).

Era mais ou menos como isso, multiplicado por mil! :)
Era mais ou menos como isso, multiplicado por mil! 🙂 Foto: Portal G1
Só para deixar mais claro o que eu quero dizer... :)
Só para deixar mais claro o que eu quero dizer… 🙂 Foto: EBC Notícias

Já a rivalidade no futebol…essa é impossível deixar de lado! Óbvio que tivemos que responder quem jogava melhor, Pelé ou Maradona. Nesses momentos, mesmo que a vontade seja grande, não dá para esquecer a diplomacia! 🙂 🙂 🙂

Só na diplomacia...
Só na diplomacia…

No caminho passamos por cidades com paisagens de cair o queixo, com ótima culinária e pessoas muito prestativas. Como dá para perceber pelo  mapa, é possível conhecer um pouco da  Patagônia Chilena e da Argentina numa tacada só, já que o continente, a medida que vai indo para o Sul, vai se afunilando.

Uma viagem, dois países...
Uma viagem, dois países…

Mas vá com paciência para a burocrática alfândega entre os dois países. Afinal de contas, não vai ser o fato de precisar descer do ônibus, retirar a sua mala/mochila pegando um vento Patagônico na cara (e o vento Patagônico não é brincadeira), para passá-la no scanner na saída de um país, subir no ônibus, andar cerca de um quilômetro no meio do NADA, e ter que descer novamente do ônibus e repetir todo o procedimento na “entrada” do outro país, que vai tirar seu humor, certo?! Você está na Patagônia! Enjoy!!!!

Adoraria mostrar as minhas próprias fotos maaaaaas, acreditem se quiser, o cartucho da máquina deu para os côcos e perdemos TODAS as fotos. Óbvio que não tínhamos backup (lembra que eu disse que era minha primeira viagem para fora do Brasil?! Pois bem.)

Dicas práticas: Na época utilizamos um vôo da extinta Pluna que ia de Porto Alegre à Córdoba, com escala em Montevidéu (ok, isso não faz o menor sentido, já que Córdoba é completamente contramão, mas era a passagem mais em conta que tinha!). No outro dia, de Córdoba, pegamos um vôo dessa vez da Aerolíneas Argentinas para Buenos Aires e de lá para Ushuaia, fazendo escala em El Calafate.

Atualmente, tanto a Aerolíneas Argentinas, quanto a LAN tem vôos diretos para Ushuaia, partindo de Buenos Aires.

Quando fomos: Final de novembro de 2009.

Tempo: Perfeito! Frio agradável mas não insuportável.  Nessa época as estações de esqui já estão fechadas, a turistada ainda não invadiu a cidade para as Festas de Final de Ano,  e a probabilidade de nevar é baixa. Mas isso não impede que em alguns pontos mais ao Sul os picos ainda estejam nevados.

Principal lição aprendida: Faça backup das suas fotos, pelo amor de Deus!!!

Nossa primeira parada foi em Ushuaia, também conhecida como ˜Culo Fim do Mundo”, já que é a cidade mais Austral do planeta.