Restaurante Paradouro Santo Antonio- Uma ótima opção de alimentação em Urubici-SC

Oi pessoal!

Dando um tempo na função da obra, que segue mais ou menos a todo o vapor, aproveitei uma viagem a Florianópolis a trabalho para dar uma desopilada e voltar a um lugar muito lindo! A Serra Catarinense!

Saindo de Florianópolis, seguimos viagem até a cidade de Urubici, que fica a cerca de 200 quilômetros de Floripa.  O caminha para chegar até lá, via Santo Amaro da Imperatriz/ Rancho Queimado é por uma estradinha de pista simples, então vá com tempo e paciência.

2017-05-22 15.19.14-1
Urubici vista de cima

Urubici aparece com certa frequência nos noticiários no período do inverno: é a partir de lá que se acessa o Morro da Igreja, um dos pontos mais altos do Brasil e que frequentemente registra as menores temperaturas do país. É nesse morro que fica a Pedra Furada.

Para chegar no Morro da Igreja é necessário agora pegar uma autorização de controle do IBAMA, que fica na cidade de Urubici. Então se a ideia for conhecer o lugar o melhor é chegar cedo.

Embora o tempo estivesse bom, dessa vez não chegamos a ir até o Morro, já que contratempos na estrada nos atrasaram, mas a subida até o mirante só vale a pena com tempo bom. Caso contrário a neblina não permite ver praticamente nada…

Como a fome já estava grande e o destino final não era Urubici, mas sim a Serra do Rio do Rastro, fomo atrás de um restaurante na cidade.  😀 E foi nessa andança que descobrimos o restaurante Paradouro Santo Antonio, na saída da cidade, no sentido de quem vai ao Morro da Igreja.

O restaurante é uma graça! Todo em madeira, com mesas grandes que podem ser compartilhadas por grupos maiores. Funciona até às 15h30min, o que é ótimo para quem está na estrada!

 

O cardápio é composto basicamente por Trutas, especialidade da Região, e cortes de carne vermelha, entre eles uma picanha mega boa.

2017-05-22 13.52.51
Já deu água na boca?
Os pratos são mega bem servidos e dão para dois tranquilo!

 

Recomendo!

Para maiores informações sobre Urubici clica aqui

Para maiores informações, o site do restaurante você encontra aqui e mais informações aqui

 

Da série, viagem inesperada- À procura de neve Parte 1: Urubici em Santa Catarina!!!!!

Esse final de semana resolvemos ir a Florianópolis para a formatura de um primo do Dé. Também já aproveitei para resolver umas questõezinhas do casório, mas isso é assunto para outro post!

Chegamos à Santa Catarina na quinta-feira, abaixo de um calor de 28 graus, em pleno mês de Julho! E eu lá deprimida porque não tinha levado um shortinho na mala…

Pois bem, na sexta-feira o tempo começou a mudar, de noite já começou a chuva e no sábado já estava um friozinho bom… Nada que desanimasse a churrascada de formatura, que estava ótima e foi em Santo Antônio de Lisboa, um bairro lindo em Florianópolis.

Quando foi domingo o frio persistia e eis que veio a notícia da forte possibilidade de neve nas Serras Gaúcha e Catarinense. Os meteorologistas estavam falando em 90% de chance de neve, mas sabe como são os meteorologistas…

Como bons brasileiros que adoram uma neve em solo nacional, decidimos retornar à Porto Alegre passando por São Joaquim, nas esperança de ver a bendita neve.

Saindo de Florianópolis optamos por pegar a estrada que passa pela cidade de Santo Amaro da Imperatriz, que é famosa por suas águas termais… Como estávamos apertados no tempo , nossa parada para almoço foi em Urubici, cidade a uns 170 kilômetros de Florianópolis,  já no alto da Serra Catarinense.

A cidade de Urubici em si não tem muitas atrações e está muito longe das opções turísticas e gastronômicas de outras cidades turísticas invernais, como Gramado e Canela. Acho que os atrativos maiores do Município ficam nos Hotéis Fazenda da região, fora da cidade.

Aliás, a região de Urubici reserva paisagens lindas, como a famosa Pedra Furada, que pode ser avistada do Morro da Igreja, um dos pontos mais altos de Santa Catarina:

A Pedra Furada, ao vivo, eu nunca vi, porque quando estive lá na última vez a Pedra Furada estava assim:

Eu e a Pedra Furada ao fundo... :) (Foto de 2006)
Eu e a Pedra Furada ao fundo… 🙂 (Foto de 2006)

Mas todos garantem que ela é como na primeira foto! 🙂

A Cachoeira do Avencal também fica no caminho para São Joaquim

A cachoeira!! :)
A cachoeira!! 🙂

Na hora do almoço tentamos achar um restaurante para comer um truta, peixe de água fria, típico da região que é uma delícia!

Mas  não fomos felizes na tentativa. As únicas opções que localizamos, fora as churrascarias do caminho, foram dois restaurantes de comida a Quilo. Como já era quase 14h30min da tarde, foi na comida a quilo mesmo, comida honesta mas não era uma truta… Aliás, nós entramos no restaurante e eles fecharam as portas, encerrando o expediente! 😛

O restaurante escolhido foi o Zeca’s Bar, que serve truta na chapa, mas só de noite… O restaurante fica na Av. Adolfo Konder, que é a principal Rua da cidade, no n. 522. A comida caseira estava vem gostosa. Como chegamos no final do expediente a reposição dos alimentos no buffet ficou devendo, mas no custo-benefício foi aprovado. Gastamos entorno de 16 reais por pessoa, sem bebida.

(Vou ficar devendo a foto do restaurante…já disse que sou péssima fotógrafa?! 😛 )

A outra opção de almoço à quilo fica na mesma avenida é oferecida pelo Urubici Park Hotel e o local estava bem movimentado.

Ao que tudo indica, o forte da cidade está no turismo rural, nos diversos Hotéis Fazenda e pousadas que passamos no caminho.

Logo na saída de Urubici, na estrada em direção a São Joaquim, é possível apreciar algumas inscrições rupestres entalhadas na Rocha, bem como apreciar a cidade de um mirante do alto do morro.

Como nosso destino final era o Rio Grande do Sul e estávamos com pressa, dessa vez não paramos nessas funções turistóides e  de Urubuci rumamos  para São Joaquim, cidade ainda no estado de Santa Catarina, conhecida pela plantação de maçãs e pela neve!!! 🙂 🙂 🙂