São Pedro do Atacama- Onde comer? 10 opções para matar a fome e 5 dicas práticas que vão facilitar sua vida

dsc08817

Uma das dicas que sempre dou para quem quer economizar em viagens é escolher um tipo de acomodação que lhe permita cozinhar. Foi o que fizemos em San Pedro do Atacama, ao escolher o Hostal Pablito. 

Contudo, como o esquema em San Pedro é mais voltado para passeios acabamos indo a mais restaurantes do que o normal, para não perder muito tempo na logística que envolve cozinhar. E San Pedro, apesar de estar literalmente no meio do “nada”, tem restaurantes bem bacanas, com comidas variadas. 

Fiz uma lista dos restaurantes, cafés e mercadinhos que mais gostamos. Espero que vocês gostem. 

1.Adobe 

dsc09450

É o mais famosinho em San Pedro, o que reflete um pouco nos preços. Fica localizado na avenida principal, a Caracoles. O ambiente é bacana, tem uma área externa com um fogo de chão e aceita cartão de crédito. Almoçamos um vez o prato do dia, ao custo de 18.000 pesos para duas pessoas e a comida era ok. No outro dia, voltamos para jantar e pedimos uma merluza e um kibe de cordeiro patagônico. A carne não estava boa (como boa gaúcha que sou, não é qualquer carne que me convence… ainda mais cordeiro 😛 ).

2. Blanco

dsc08974

Outro restaurante na Caracoles. Mas esse tem um visual mais moderninho.  Comemos um risoto de quinua com frutos do mar e salmão com crosta de maracujá e gengibre, ao custo de 19.580 pesos para duas pessoas. Os pratos estavam muito bons e ainda ganhamos uma taça de vinho e um pisco sur. #AdoroUmMimo 🙂 

3. Todo Natural

dsc09123

Outro restaurante na Caracoles. Almoçamos aqui, por um custo de $ 19.800 o prato de frango do dia mais um prato do menu (salada gelada de feijão de entrada, salmão com molho de morango e quinua de prato principal e café ou doce de sobremesa), além de uma Cerveja Austral Calafate, porque ninguém é de ferro. Bem bom.  

4. La Plaza

dsc08808

Localizado na praça principal de San Pedro, ao lado da Igreja, foi o primeiro restaurante que almoçamos, logo na chegada. Escolhemos o menu do dia ao custo total de $ 13.200 para duas pessoas. Comida honesta.

5. El Charrua

dsc08813

Pizzaria pequenininha localizada na Tocopilla, uma das ruas transversais à Caracoles. Comemos uma pizza família (sim, a fome era grande) bem gostosa por $ 10800 pesos. Você pode comer na própria pizzaria, levar para o hotel ou pedir que eles entreguem na cervejaria  Chelacabur.

6. Chelacabur

dsc08816

Uma cervejaria muito bacana e animada, com várias camisetas de times de futebol na decoração. Localizada também na Caracoles (essa altura, vc já viu que a Caracoles é realmente a principal 😛 ). Tomamos 1,6 litros de cerveja (bebuns!!! 😀 )  por 8.800 pesos. Por questões de legislação chilena, o lugar só serve bebidas alcóolicas (pelo que entendi, você precisa ter uma licença diferente se quer servir comida + bebida) então ou você come antes de vir, ou pede para o pessoal da pizzaria entregar uma pizza aqui pra você. Quando estávamos lá, tinha um monte de gente comendo pizza e tomando cerveja. Quer coisa melhor?! 😀

7. A Padaria do Francês-  La Franchuteria

Se você já foi ao interior do Chile, sabe que, se tem uma coisa que não é boa, é o pão. 😛 Eles costumam comer um pão bolachudo, meio com gosto de água e farinha, bem diferente do nosso paladar. Foi conversando com um guia que não aguentava mais essa triste realidade 😛 que descobrimos a “padaria do francês”. Um lugar bem escondido e que agora parece que foi descoberto por outros turistas com abstinência de um bom pão e ganhou o nome de La Franchuteria. Um pouco afastado do centro de San Pedro (mas no caminho do nosso hotel 🙂 ), a Padaria fica literalmente escondida num sítio (entre na ruazinha de terra da propriedade que você verá a casinha). Oferece croissant e baguetes deliciosos. Mas chegue cedo, porque o pão acaba logo. Fica na Gustavo le Paige 527b, no sentido de quem sai da cidade em direção à Bolívia.

8. Bendito Desierto

Outro restaurante indicado por um guia com um ambiente descontraído. Fica na rua Domingo Atienza, uma transversal da Caracoles. Serve comida típica do norte do Chile, entre elas a carne de llama. O menu do dia para duas pessoas custou $ 18.590 pesos para duas pessoas.   

9.  Sorveterias e Cafés

Na avenida Caracoles há algumas sorveterias e cafés, onde você pode provar sorvetes típicos da região, como o de rica rica. Tem vários sabores bem gostosos e os atendentes te dão provinhas. Pode apostar que não tem erro.

10. Supermercados

San Pedro não é bem servida de supermercados. Aliás, o que tem na cidade são pequenos mercadinhos (almacén), a maioria espalhados na Caracoles. Contudo, eles não costumam vender carne ou legumes/frutas, nem tampouco bebidas alcoólicas, já que o Chile tem uma legislação bem chata para venda desses produtos. Na avenida Licancabur, na altura da esquina com a Tocopilla, você verá três armazéns que foi onde conseguimos fazer compras melhores: o primeira que vende apenas bebidas alcoólicas (bem na esquina dessas ruas- a Botelleria), ao lado o açougue (carniceria e roticeria) e por fim o mercadinho em si (almacén), onde terá algumas frutas, legumes e demais produtos de cozinha. Assim você dá uma boa economizada com restaurantes.  😉

5 DICAS PARA FACILITAR SUA VIDA

Fica a dica n. 1- Embora no Sul do Chile (região da Patagônia) se coma boas carnes vermelhas, de modo geral, achei que os frutos do mar são a grande pedida do Chile! Inclusive em San Pedro, no meio do deserto. Sempre que pedimos frutos do mar eles estavam infinitamente melhores do que a carne vermelha.

Fica a dia n. 2- Muitos restaurantes não aceitam cartão de crédito/débito. Se tiver com dinheiro contato, confirme antes de fazer o pedido.

Fica a dica n. 3– O menu do dia é oferecido no almoço. Normalmente inclui entrada, prato principal e sobremesa. É uma boa forma de economizar.

Fica a dica n. 4- O almoço é servido na maioria dos lugares a partir das 12h30min. Alguns oferecem almoço às 12h00min, então não adianta muito chegar cedo, pois eles são bem rígidos com isso.

Fica a dica n. 5- Se precisar tirar dinheiro, há dois caixas eletrônicos na cidade. O mais concorrido deles fica na Farmácia Cruz Verde que fica na Caracoles. Outra opção é o ATM mais escondido existente na Gustavo Le Paige, esquina com a Toconao, ao lado do Correio, passando o museu. Apenas um caixa eletrônico permite fazer saques de cartão de crédito do exterior. O dinheiro costuma acabar rápido em ambas as máquinas, então saque o que for necessário de uma só vez.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s