Passeios Imperdíveis em Istambul: Dicas de como sobreviver testadas na prática :)

DSC06256

Oi pessoal!

Istambul é uma cidade grande, mas a maioria dos passeios “clássicos” estão localizados relativamente próximos uns dos outros, no Bairro de Sultanahmet (já falei dele aqui). Contudo, o grande número de turistas , aliado a grandiosidade das construções fazem com que você perca um bom tempo em filas ou, simplesmente, visitando os locais.

Então se você não tem fôlego de atleta para, literalmente, “correr” entre as atrações, organize a sua visita entre as diversas atrações entre: imperdíveis, legal, posso deixar para a próxima, e evite frustações!

Seguem mais algumas dicas que pudemos constatar na prática e funcionaram para nós. Se alguém tiver alguma outra, aos comentários 😉     

1. Tente chegar relativamente cedo às atrações mais concorridas. Isso evita que você encontre com as detestáveis  😀  excursões ou o pessoal que opta pelos ônibus hop on hop off.  Sabe como é, grupo com muita gente sempre some um na hora de sair do hotel, logo ATRASA 😀 ….  Quando visitamos as Cisternas da Basílica (olho no próximo post 😉 ) não pegamos nenhuma fila…não tinha quase ninguém. Quando saímos a fila dava a volta na quadra…  

Deu até para dar uma lida nas Cisternas... :)
Deu até para dar uma lida nas Cisternas… 🙂

2. Leve SEMPRE uma manta/xale/pano/chamedoquequiser, que seja suficiente para cobrir a cabeça e os ombros. Sem ela, você não entra meeesmo nas mesquitas. Se você não tiver uma, vai ter que entrar na fila para pegar uma “emprestada” ou ter que comprar uma nas proximidades. Resultado: tempo (e $$$) perdidos ou sair com um pano horroroso nas fotos. Aliás, ande sempre com ela na bolsa. Nunca se sabe quando vai surgir uma mesquita pelo caminho (acredite, irão surgir muitas)

Muito charme ;)
Muito charme 😉

3. Bermuda também não é permitido nas mesquitas, tanto para homens, quanto para mulheres. Então se você faz questão meeeesmo de andar com as pernas de fora, pense em usar uma daquelas calças que viram bermuda. Ah! Sapato também não pode!!! Então, use algo prático de tirar/colocar.  😉

Pelo amor de Deus, não pise nesse tapete lindão de sapatos!
Pelo amor de Deus, não pise nesse tapete lindão de sapatos!

4. Sexta-Feira é o dia sagrado das orações. Então, durante esse dia, no período das orações (pelo que entendi, varia conforme o ano), você encontrará algumas loja fechadas e até mesmo um pessoal rezando no meio da rua (sim, eu vi…sim, eu estava sem a máquina fotográfica)…nesse momento, relaxe e fume um narguilé enquanto aguarda. Algumas mesquitas menos famosas determinam um dia da semana/turno de fechamento para visitas. Normalmente essa informação fica anexada na porta.

Não esqueça que mesquitas são casas de oração...
Não esqueça que mesquitas são casas de oração…

5.  Todo mundo que vai a Istambul já ouviu falar dos Dervixes, aquela religião onde os seguidores/dançarinos rodopiam, vestidos com uma túnica branca, para atingir a união com Deus. Muito embora seja uma cerimonia religiosa, a dança acabou virando meio que uma atração turística em Istambul. Então você vai encontrar “passeios” exclusivos para ver a cerimônia e alguns deles são bem caros. Acabei vendo uma apresentação “por acaso” em um café (vou contar mais no próximo post), e confesso que me deu tontura de ver a pessoa rodopiando. Lá pelas tantas deixou de ser algo legal para mim e começou a me dar uma certa “agonia”… mas vai de cada pessoa! #TenhoQueSerSincera #ÉDoidoMasÉVerdade. Mas os cânticos são bem bonitos! 🙂

Como ele consegue! :O
Como ele consegue! 😮

6. Istambul é a cidade dos gatos. Sério, nunca vi tanto gato na vida. Em todos os lugares tinham gatos…até dentro da Aya Sofia, que é um museu (!!!) tinha um gato de boa…então se você tiver alguma alergia mais séria, vale a pena se prevenir e levar um remedinho 😉

Gato também quer cultura! ;)
Gato também quer cultura! 😉

7. Abuse do transporte público em Istambul! Ele é bem completo (tem tran, tem funicular, tem ônibus, tem barco e por aí vai…) e barato de utilizar.

8. Com o trânsito caótico de Istambul e sendo uma cidade tão bacana de andar, me pareceu meio cilada os ônibus Hop on Hop off… mas vai de cada um!

Acho que era isso. Se alguém quiser compartilhar alguma dica, crítica, sugestão, aos comentários!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s