O que deu certo: A Decoração do Casamento

Ana Correa | 2014

Um dos pontos que mais gostei do casamento foi a decoração.

Essa é uma das partes que achei mais legal da organização, tirando a parte de achar quem iria executar a decoração propriamente dita! 😀 Eu olhei milhares de blogs, com fotos de casamentos no Brasil e exterior, mudei de ideia milhões de vezes, tudo atrás de algo que fosse a nossa cara e traduzisse o clima descontraído de praia que buscávamos, ao mesmo tempo sem ser clichê….só isso que eu queria! 🙂

No final das contas, fiz orçamento com três decoradoras diferentes.

Os orçamentos foram desde “estratosférico”, com a decoradora cobrando de decoração o que pretendíamos pagar quase pelo casamento inteiro, passando por uma outra decoradora que disse que só iria me encontrar no Hotel para trocarmos uma ideia sobre o que eu queria se eu fechasse o pacote com ela primeiro (sim! Porque segundo ela, ela conhecia bem o Hotel, então não precisava ir lá comigo de novo, para ouvir o que EU queria e me dar o orçamento…obviamente, nunca mais liguei para a criatura!), até os mais em conta, mas que não traduzia bem aquilo que queríamos… e quando se trata de casamento, quem está na chuva, por mais que esteja de guarda-chuva, acaba se molhando um pouquinho! 😛

Também analisei fotos de outros casamentos que os profissionais tinham feito (facebook, blog, etc.), para ver se o estilo fechava com o nosso.

Acabamos optando pela Flora Betel, que, além de nos atender no Hotel, analisado os espaços junto conosco, entendeu super bem o que queríamos e nos apresentou o orçamento com o melhor custo-benefício.

Na primeira reunião que fizemos com o Émerson, lá no Hotel, ele já captou a nossa ideia: fazer um casamento descontraído, que priorizasse o uso de deque e não o espaço interno do Hotel, com lugares para todos sentarem, mas não necessariamente lugares naquelas mesas tradicionais para todos.

Nesse ponto vale a atenção! Eu tinha MUITO medo dessa história de não ter lugar em mesa tradicional para todos os convidados. Os cerimonialistas definitivamente não recomendam essa prática. Acho, verdadeiramente, que só dá certo se você optar pelo estilo de festa descontraída, com finger foods e um sistema alternativo de buffet. Além disso, você tem que analisar se os seus convidados são realmente descolados e topam a ideia de ficar sentados em lounges e mesas de bistrô, sem se sentir preteridos por não estarem em mesas e coisas do tipo. Também você terá que ter pessoas indicado os locais que cada um devem sentar (o que pressupõe que você fez uma lista com essa indicação), sob risco de gerar uma corrida pelas mesas e sobrar algum idoso em mesa de bistrô, o que, definitivamente, não dá!

No final nas contas, tínhamos 100 lugares em mesas tradicionais (10 mesas, para 10 convidados) e a maioria sequer foi usada (tínhamos 150 convidados mais ou menos), pois o pessoal curtiu mesmo ficar na rua. Mas tínhamos lugares para TODOS sentarem, seja em lounges, seja nas mesinhas de bistrô, seja nas mesas tradicionais. O conforto é essencial e todos os convidados em algum momento vão sentar…então garanta que todos tenham o seu cantinho, sob pena de você perder parte dos seus convidados antes da hora.

Me contou a minha irmã depois, que inicialmente o pessoal estranhou o esquema descolado da festa…e que rolou uma certa corrida pelas mesas…só que depois que a parte desavisada dos convidados sentaram, acabaram levantando, porque não fazia o menor sentido ficar sentando lá dentro com aquela vista linda lá fora e a comida passando ao estilo finger food… Tanto que só fiquei sabendo da história depois, porque quando voltamos ao salão estava todo mundo na rua!

Mas voltando a minha decoração em si…depois que recebi o orçamento inicial, fizemos uma outra reunião, para adequá-lo ao nosso orçamento e deixar aquilo que realmente era essencial. Por exemplo, no nosso caso, não fazia muito sentido ter decoração para a entrada do Hotel, levado em conta que praticamente ninguém ia passar por ali, ou decoração no banheiro, já que o banheiro social do hotel eram bem arrumadinho…mas vai de cada caso.

Já com o pacote fechado, próximo do casamento fizemos mais uma reunião com os decoradores, novamente lá no Hotel, dessa vez com a Kelly, que é a responsável pela decoração mesmo.

Expliquei para ela mais uma vez qual era a nossa ideia, que eu queria uma decoração vibrante, colorida, e que combinasse com o clima de praia. Ela foi super atenciosa! Definimos mais ou menos o que ficaria em cada lugar, lounges, chopp, bar de bebidas, buffet, mesa dos noivos e por aí vai…ela me explicou que muita coisa em relação a espaço ela teria que sentir na hora, pois, na prática, alguns lugares poderiam ficar um pouco apertados e precisarem ser trocados e por aí vai… como acho que se você está contratando um profissional para fazer determinada coisa, você tem que confiar nele, dei carta branca para eles fazerem o que achassem melhor no dia, respeitando a ideia básica de integração dos espaços.

Ela também pediu para eu mandar fotos das minhas inspirações por email, o que eu fiz. Acho que a única crítica que eu faria seria nesse ponto, pois tive que ligar para confirmar o recebimento do e-mail com as fotos, sendo que só recebi o ok por telefone mesmo…o que para noivas ansiosas-nervosas-neuróticas pode ser motivo de estresse. 😀

Combinei de dar uma passada na sede da empresa e dar uma olhada nas louças que eles tinham para decoração das mesas, bem como os modelos de toalhas. Como havia um arranjo de flores de cores parecidas com as que eu queria, pude ter uma ideia mais clara de como ficaria o resultado final (flor+louça+toalha). Confesso que eu não sou muito boa nessa parte imaginativa, sou meio visual, e isso me ajudou a ficar mais tranquila quanto a minha opção.

Como meu casamento era cedo (15h30min) no dia anterior, pela noite, as flores e móveis contratados já estavam no hotel de modo que no início da tarde toda a decoração estava pronta.

O resultado final foi a decoração mais linda que eu já vi em casamentos (mesmo sendo suspeita! 😀 )! Ficou tudo melhor do que eu imaginava, até mesmo o buquê, que eu decidi por último, estava lindo e pronto igualzinho, ao da foto (eu AMEI o meu buquê).

E o resultado final foi o abaixo! Enjoy! 🙂 🙂 🙂

AnaCorreaAC-64

Ana Correa | 2014 AnaCorreaAC-27

Ana Correa | 2014 Ana Correa | 2014 Ana Correa | 2014 Ana Correa | 2014 Ana Correa | 2014 Ana Correa | 2014 Ana Correa | 2014 Ana Correa | 2014 Ana Correa | 2014 Ana Correa | 2014 Ana Correa | 2014

Ana Correa | 2014

Ana Correa | 2014

Agradeço de coração o pessoal da Flora Betel pelo profissionalismo e carinho que tiveram conosco. Ficou tudo lindo e só ouvimos elogios!

No próximo post vou mostrar para vocês as minhas inspirações.

Bjos

Carol

9 comentários sobre “O que deu certo: A Decoração do Casamento

  1. Pingback: A decoração…Inspirações Parte 01: Altar! | Carol na Web

  2. Pingback: Inspiração Parte 02… Iluminação! | Carol na Web

  3. Oi Carol,

    Quanto saiu o valor total do gasto da locacao do hotel para a festa , decoracao e a comida?

    Estou pesquisando para fazer la tambem, porem como nao moro no Brasil fica um pouco mais dificil.

    Att,

    Jessica

  4. Pingback: O que deu certo no casamento: o cabelo e a maquiagem | Carol na Web

  5. Thamiris Pimentel

    Carol, tô lendo seu blog de cabo a rabo! rsss
    Tô adorando ele. Muito obrigada por compartilhar essas informações com a gente!
    Você me tira uma dúvida? Recebi email da Angela lá do hotel com valores, informações e etc etc.
    Olhando suas fotos fiquei com uma dúvida: as messas (as 10 mesas p 10 convidados), foram postas em que local? No deck? (pergunta meio besta… mas me confundi mesmo rs). Porque é 100% de chance que no meu caso a cerimônia vá ser na igreja (ele não abre mão), e pensei de usar o deck pras mesas também, mas, se eu entendi bem a sua foto… lá ficou a pista de dança né? Então fiquei muito confusa com isso, rsss. Se você puder me responder agradeço muito! Beijos.

    1. Oi Thamiris! Que bom que vc está gostando do blog! 🙂 Coloquei as mesas na parte interna do Hotel e a pista de dança ficou no deque de madeira externo. Coloquei também no deque algumas mesinhas de apoio e sofás… Se for colocar as mesas no deque, tem que ver apenas se elas não vai ficar bambas, já que o deque tem as fissuras no piso, entende?! Qualquer dúvida mais, só escrever! Beijos

  6. Giselle Cristine

    Oii Carol! Estou maravilhada com teu blog! Meu deus 😍 vou me casar daqui a um ano e meio e estou começando a ver as coisas, amei a vibração do teu casamento! Parabéns, estou lendo todos os posts enlouqueciiiida! Hahaha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s