Rivera/Uruguai: Comer, beber e comprar! :) – Parte 02- Comprar! :)

Compras-01

Como prometido no outro post que falava sobre Rivera (não leu o primeiro? vai aqui!), seguem algumas dicas para quem quer ser aventurar nas compras mo freeshop, depois de, claro, já ter forrado o estômago para aguentar a maratona! 🙂

Os principais freeshops da região ficam no entorno da Avenida Sarandí. Os mais tradicionais são a Siñeriz e a Neutral, mas há diversas outras lojas de qualidade espalhadas pela Avenida principal e entorno, como a Dutty Free, a Barão, a Rivera, etc., para você deliciar os olhos e fazer sangrar o cartão de crédito! 😀 😀

Rua-principal-2

Recentemente a Siñeriz abriu o primeiro “shopping” da região: uma loja bem grande da Siñeriz, em um espaço com estacionamento próprio, supermercado, restaurante e café… Está previsto para o próximo ano a abertura de outro shopping, dessa vez da Neutral, mais para dentro da cidade.

sineriz-shopping-2

Muito embora estejamos no Uruguai, cujo a moeda é o peso uruguaio, todos as compras são feitas em dólares americanos.

Há também lojas uruguaias nessa mesma região, principalmente de vestuário, que vendem em peso e que valem a visita. Os produtos uruguaios são famosos pela sua qualidade, principalmente os de lã, couro e derivados do leite (queijos, doces de leite, alfajores, manteiga e por aí vai)…você não vai se arrepender! 🙂

Quanto à questão da moeda, a maioria das lojas, tanto as que vendem em peso, quanto as que vendem em dólar, aceitam dólares e reais, sendo que você não precisa ficar preocupado procurando casas de câmbio para fazer a troca. A cotação realizada costuma ficar anexada junto ao caixa! 😉

A maioria das lojas também aceita cartão de crédito, algumas parcelam as compras, mas considere o IOF que incide nas operações com cartão, já que o governo aumentou o imposto para 6,38% (antes era 2,38%! Valeu Dilma!#soquenão… Vou lembrar disso na próxima eleição…)

compras-4

Além disso, se liga que a cota não tributada pela Receita Federal para compras no exterior por terra é de U$ 300,00 (trezentos dólares). Aquilo que exceder esse valor, precisa ser declarado e o imposto sobre a diferença tem que ser pago. Na saída da cidade, já na estrada, os agentes da Receita Federal param os veículos e averiguam o valor das compras. Se você estiver excedido e não tiver recolhido o imposto, todas as compras são apreendidas e bye bye muamba 🙂 ! Todas as vezes que visitei a cidade nós fomos parados para averiguação e a prática é muito comum na região. Além disso, a cota é pessoal e instransferível, ou seja, se você tiver U$ 200,00 (duzentos dólares) na sua cota, não pode ceder o restante da sua cota para outra pessoa. O controle é feito pelo RG que consta na nota fiscal. 😉

aeroporto
A Receita Federal de Santana do Livramento

Das últimas vezes que dormimos na cidade ficamos num hotel bem pulguentinho, na própria avenida Sarandí, o Brasil-Uruguay…a grande vantagem do Hotel é que fica na avenida principal, ou seja, você está perto da muvuca, compra e larga as coisas no quarto, tem estacionamento e um bom restaurante, que é aberto ao público. Se o seu objetivo for exclusivamente compras, a comodidade pode valer a pena.  Contudo, o Hotel está precisando meeesmo de uma boa reforma. Alguns quartos parecem que já receberam um retoque, então se for reservar lá, peça para ficar em um desses.

Já no lado brasileiro, há hotéis em bom estado de conservação e se você não se importar de caminhar um pouco, são uma boa opção. De todos, o Hotel Jandaia é um dos mais famosos, mas não o conheço pessoalmente.

Quanto à qualidade dos produtos vendidos nos freeshops (eletrônicos e coisas do tipo), nunca tivemos problemas com nenhum. Muito pelo contrário. Acho que nesse aspecto, os freeshops do Uruguai são melhores do que os do Paraguai (eu não conheço pessoalmente o Paraguai, então quem quiser opinar, aos comentários! 🙂 )

A verdade é que seja comprar, seja para se deliciar com as parrillas uruguaias Rivera é um passeio que vale a pena. 🙂

2 comentários sobre “Rivera/Uruguai: Comer, beber e comprar! :) – Parte 02- Comprar! :)

    1. Para revender não sei te dizer Sabrina. Mas já comprei ótimos cobertores lá. Só tem que cuidar o tamanho pois nem sempre corresponde ao tamanho das camas brasileiras. 😉 Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s