Leitura do Mês- Faça Acontecer: Mulheres, Trabalho e a Vontade de Liderar. E o que isso tem a ver com o seu casamento…

Faça AcontecerQuem me conhece sabe que eu não sou muito chegada a livros de auto-ajuda. Nada contra quem goste, mas o estilo de escrita, que muitas vezes utiliza a técnica de repetição (acho que é pra fazer a ideia entrar na nossa cabeça), me cansa mais do que ajuda e acabo me irritando e nunca terminando de ler o livro… Assim, ao invés de ter um problema como tinha no início, fico com dois: o problema anterior ao livro de auto-ajuda e o remorso de ter posto dinheiro fora. 😛

Tá Carolina, mas se você não gosta de livro de auto-ajuda, o que foi fazer lendo um livro que tem como início do título “Faça Acontecer…”?

Não sei, mas um dia estava na livraria e estava lá o livro de Sheryl Sandberg, chefe de operações do Facebook e eleita pela revista Forbes uma das 10 mulheres mais influentes do Planeta (na frente de nomes como Sonia Gandi, Christine Lagarde e Beyonce :o), me olhando. Simplesmente quando vi estava voltando para casa com o livro e desde então não consegui parar de lê-lo e vou te contar o porquê.

Ao contrário do que se pode esperar de um livro com esse título, muito mais do que “imposições repetitivas de felicidade”,  a autora apresenta uma análise sincera e sem rodeios da relação das mulheres com o trabalho e como, pasmem, essa relação está estagnada desde a revolução feminista. Através do relato das experiências vividas pela própria Sheryl, suas amigas ou conhecidas, vai discorrendo sobre diversas questões e preconceitos que toda mulher já se deparou ao menos uma vez na vida.

Eu pelo menos, me vi em diversos situações vividas pela própria autora  e olha que ainda não estou na lista das 100 mulheres mais influentes do Planeta e duvido que alguma mulher não se identifique com alguma parte das experiências do livro, mesmo as que não trabalham.

Em seus embasamentos, apresenta dados estatísticos um tanto quanto desconfortáveis sobre a situação das mulheres no mercado de trabalho: a quase ausência destas em cargos de direção de empresas; o número alarmante de mulheres qualificadas que não retornam ao mercado de trabalho após terem filhos; a velha questão da disparidade salarial; a divisão de tarefas entre homens e mulheres nas tarefas domésticas, entre outros.

A grata surpresa é que o livro de Sheryl cumpre com louvor o seu papel: o de fazer pensar as nossas próprias atitudes no dia-a-dia, seja no ambiente do trabalho e encargos de liderança, seja nos nossos relacionamentos e, principalmente, na maneira como nós mesmas enxergamos as nossas possibilidades e limites nessa árdua tarefa que é ser, simplesmente, mulher.

E não é porque o tema central é a relação das mulheres no mercado de trabalho que os homens devem passar batido pelo livro. Muito pelo contrário. A participação cada vez maior das mulheres no mercado de trabalho, ainda que em passos de tartaruga (por enquanto, por enquanto! 🙂 ), é uma realidade que veio para ficar e como toda mudança, mexe não só na realidade feminina, mas na maneira como as mulheres passam a interagir na sociedade e nos relacionamentos com o sexo oposto.

Tá Carol, mas o que tem o bendito livro a ver com o meu casamento??? 

Ah!! Pois é!  A resposta a essa pergunta, vou deixar para a própria Sheryl responder! Depois, você corre lá na livraria, compra o livro e depois vem me contar o que achou, combinado?! 😉 🙂

Faça acontecer: Mulheres, trabalho e a vontade de liderar
Autor:  Sandberg, Sheryl
Editora: Companhia das Letras.

“Realmente acredito que o passo profissional mais importante de uma mulher é decidir se terá um companheiro para a vida toda e, quem será ele. Não conheço nenhuma mulher em posição de liderança cujo companheiro não dê apoio total- e digo total mesmo- à sua carreira. Nenhuma. Ao contrário da ideia tão difundida de que apenas as mulheres solteira conseguem chegar ao topo, as líderes empresariais mais bem-sucedidas, em sua maioria tem um companheiro. Entre as 28 mulheres no cargo de diretoras executivas das quinhentas empresas de maior faturamento dos Estados Unidos segundo a Fortune, 26 eram casadas, uma divorciada e apenas uma nunca tinha casado. Muitas dessas altas executivas disseram que “não teriam o sucesso que tiveram sem o apoio dos maridos, ajudando com os filhos e as tarefas domésticas e aceitando transferências de boa vontade”.

Não admira que a falta de apoio do cônjuge possa ter o efeito contrário numa carreira. Num estudo de 2007 sobre as profissionais bem qualificadas que deixaram o mercado de trabalho, 60% citaram o marido como fator crucial na decisão. Essas mulheres apresentaram especificamente a falta de participação deles na criação dos filhos e em outras tarefas domésticas, bem como a expectativa de que deviam ser elas a deixar o emprego como razões para abandonar a carreira. Não admira que, quando lhe perguntaram numa conferência o que os homens poderiam fazer para ajudar a promover o avanço das mulheres, a professora Rosabeth Moss Kanter, da Escola de Administração de Harvard, tenha respondido “Lavar a roupa”. Tarefas como lavar a roupa, comprar comida, cuidar da limpeza e cozinhar são triviais e obrigatórias. É tipico que recaiam sobre mulheres.

Em janeiro de 2012, recebi uma carta de Ruth Chang, uma médica com dois filhos pequenos que assistira à minha palestra no TED. Tinham-lhe oferecido um novo emprego, para supervisionar 75 médicos em cinco clínicas. Seu primeiro impulso foi recusar, receando que não conseguiria dar conta dessa responsabilidade, por ter de cuidar da família. Mas então ela começou a pensar e me escreveu: “ouvi sua voz dizendo ´Sente à mesa´, e percebi que tinha de aceitar a promoção. Então, naquela noite, falei a meu marido que ia aceitar o cargo… e lhe entreguei a lista do mercado”. A divisão da carga do cotidiano pode ser um fator decisivo.” pg. 139-140

😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s