Filme da Semana: Uma história de amor e fúria

AF_cartao postal_Rio+20.inddA-D-O-R-O filmes de animação. Gosto de todos os tipos, desde aqueles de criancinhas (Up. Wall-E, Meu Malvado Favorito, Monstros S.A e por aí vai) até aquelas animações para adultos.

Em especial no caso das animações infantis, acho que merece vários Oscars quem consegue contar uma boa história, com um significado bonito e de maneira leve, sem apelar para violência, cenas sexys, e fazer todo mundo rir.

Já as animações para adultos, gosto daquelas que conseguem ter uma boa história e transmitir emoção através do desenho, o que acho infinitamente mais difícil do que quando se trabalha com pessoas “de carne e osso”.

Essa semana, assistimos uma animação brasileira “Uma história de amor e fúria”, com direção de Luiz Bolognesi, vozes de Camila Pitanga, Selton Mello e Rodrigo Santoro. O filme estreou em abril deste ano e já arrebatou o principal prêmio de animação do mundo: Festival de Annecy, na França, o que seria equivalente ao Festival de Cannes, só que para animação. Foram mais de 2500 animações inscritas, 13 selecionadas, e só uma vencedora!

Aliás, foi a primeira vez, em 53 anos de existência do festival, que uma animação do Brasil foi selecionada e já arrebatou o prêmio! Que tal?! 🙂

Indo ao que interessa, não assisti as demais animações que estavam concorrendo hehehehe, mas posso dizer que o prêmio é merecido, pois o filme é muito bem feito e a história é envolvente. Em 01h15min, o diretor passa por períodos importantes da história brasileira, tendo como pano de fundo a história de amor entre os protagonistas, terminando a narrativa no futuro. E isso é tudo que eu vou dizer do filme, porque não curto sinopse e trailers, e gosto da surpresa! 🙂 Ah! Não achei a classificação indicativa do filme, mas há cenas mais “quentes” (nada muito diferente da novela das 20h), mas não recomendo para crianças.

Uma-História-de-Amor-e-Fúria

Se você quiser mais informações, segue o site de promoção do filme: http://www.umahistoriadeamorefuria.com.br/

Dica esperta, para a sexta-feira de noite 😉

Ps. Pesquisando na internet, vi algumas criticas, digamos assim, bem duras em relação ao filme e outras bem positivas (como tudo na vida), isso tudo antes de ele ganhar o prêmio internacional. Não sou crítica de cinema (eu gosto de filme de crianças, lembra?!), mas fiquei pensando se o fato de ele ser brasileiro não acaba gerando um “pré-conceito” inclusive dos nossos próprios críticos, uma espécie de síndrome de patinho feio…enfim, cabe pensar! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s